​© 2023 por VIDA URBANA. Orgulhosamente criado com  Wix.com

  • Instagram Clean

PERCURSO VISUAL 

 

 O meu percurso artístico até terminar a licenciatura focou-se no desenvolvimento da conjugação de objectos simbólicos em que a cor e a luz eram elementos determinantes para a estruturação da imagem como  reflecte o projecto Meloudious life.

 O resultado dos encontros com os meus colegas e amigos Carmo Romão e Rogério Mourtada abriu-me novos caminhos no desenvolvimento da linguagem. Ficou claro para mim que alargar o meu repertório gráfico era fundamental para apurar a comunicação. No seguimento destas experiências que me proporcionaram o contacto com visões da arte e da vida como, por exemplo, as de Kandinsky e Fayga Ostrower, fez com que determinasse um rumo no sentido de desenvolver novos recursos gráficos e também a experimentação de instrumentos alternativos aos tradicionais.

 O afastamento temporário da cor surge com o propósito de me focar no desenvolvimento das articulações da linha e do plano enquanto elementos estruturantes da imagem. Iniciei este processo com tinta-da-china sobre papel, que é um material que por natureza se opõe ao processo reversível do óleo, onde um descuido se pode tornar fatal. Condicionado à ausência da sedução da cor, a atenção focou-se no carácter de cada linha ou plano traçando um caminho ligado ao contraste de texturas e luminosidade, como ilustra o projecto Impulso. No processo surge o guache em algumas composições, talvez para evitar fatalidades difíceis de aceitar. O guache invade o papel, fazendo sumir a tinta-da-china.

 Outro projecto que desenvolvi foi Inside Out que se caracteriza pelo desenvolvimento da técnica de guache, pela estrutura planear com maior incidência de formas geometrizadas e, na fase final, o ressurgimento da cor.

No desenvolvimento do projecto anterior, após a realização das pinturas Versos, um novo desafio se afirmou: aproximar os materiais a uma renovada visão do mundo. É uma questão de identidade. Ajustar as acções aquilo que sinto e penso é a grande procura que me proponho na vida e, consequentemente, na Arte: Ser Genuíno.

 Esta inquietação lançou-me para uma reflexão e pesquisa de novas matérias. Dediquei-me à pesquisa de materiais que satisfazem a minha relação com o mundo que me rodeia, tais como pigmentos naturais, materiais reaproveitados e a madeira. Agrada-me muito partilhar ideias, percorrer o caminho no aconchego de colegas e interessados. As imagens produzidas são fruto desses encontros em que cuidamos da nossa existência: Ser Humano.

 O ser humano fascina-me e a vontade de o compreender leva-me a trata-lo como assunto.

É deste contexto que surge um novo projecto: um Lugar, uma Noite, um Livro, um Corpo.